iPhone roubado: Veja o que fazer para evitar armadilhas comuns

Um iPhone roubado pode trazer muito mais dor de cabeça do que a necessidade de obtenção de outro celular. Confira as principais armadilhas e como evitá-las. 

Infelizmente o roubo de um celular não traz apenas problemas pela criação de um novo gasto ao usuário, pois os prejuízos também podem se referentes aos dados que estavam gravados no telefone. É por isso que é necessário ter muito cuidado em caso de iPhone roubado.

Isso porque existem alguns golpes aplicados pelos próprios ladrões para obter maiores informações para acesso aos dados guardados no celular. Ainda, a ausência de ferramentas de segurança como senhas e bloqueio do dispositivo móvel também podem causar ainda mai prejuízos ao usuário.

É por isso que separamos abaixo algumas dicas essenciais para seguir ao ter o iPhone roubado e, assim, evitar que ocorram maiores prejuízos nessa situação.

Cuidados essenciais

Atualmente é comum que celulares contenham inúmeros dados de natureza pessoal. Dentre eles estão, por exemplo, senhas de bancos, números de telefone, conversas privadas e fotos íntimas e particulares. Cada uma dessas informações é passível de mau uso por sujeitos mal intencionados, de maneira que devem receber a devida proteção.

Primeiramente, existem alguns cuidados que são essenciais em relação ao seu celular. Eles são úteis para garantir sua privacidade em qualquer cenário, bem como em caso de roubo.

Senhas e códigos de segurança

É muito importante que você sempre se utilize das ferramentas de proteção que são oferecidas pelo próprio iPhone.

Assim, nunca deixe de determinar senhas para o acesso ao celular. Elas podem ser numéricas, biométricas ou em forma de desenhos. Também, sempre que possível determine que o acesso aos seus aplicativos também demande a colocação de senhas.

Isso ajuda a evitar diversos dos danos que são oferecidos por uma situação em que o iPhone foi roubado.

Cuidado com mensagens e e-mails suspeitos

Outra questão essencial em relação à segurança do iPhone é o cuidado com a concessão de dados pessoais e principalmente sobre o iCloud para números e e-mails suspeitos.

Existem golpes em que os criminosos entram em contato com o usuário que foi roubado como se representassem a Apple. Para isso são enviadas mensagens SMS informando que o celular foi encontrado (geralmente após o uso do “Buscar meu iPhone” pelo usuário roubado). Então, requer-se que o sujeito acesse um link onde deverá colocar alguns dados pessoais e seu código da Apple ID.

Esses links, contudo, em nada tem a ver com a Apple e são falsos. Portanto, sempre confira qual o número que enviou a mensagem, assim como repare no link que é apresentado e procure, antes de qualquer tipo de clique, se ele corresponde ao oficial da Apple.

Além disso, jamais conceda informações pessoais e sua Apple ID para pessoas desconhecidas. Se necessário, busque uma assistência técnica para iPhone e tire suas dúvidas

O que fazer ao ter o iPhone roubado?

Essas medidas devem ser tomadas tanto em caso de roubo quanto na hipótese em que o usuário percebe o furto ou extravio do seu iPhone. É muito importante que haja agilidade em relação a elas, pois aqui o tempo é precioso.

Todos esses passos são indicados, inclusive, pela própria marca criadora do iPhone. Dessa maneira, confira as dicas da Apple de como agir em caso de celular roubado ou extraviado:

1.    Inicie sessão em iCloud.com/find no navegador da web por um computador ou outros celular;

2.    Então, clique em “Buscar iPhone”, selecionando o dispositivo que se deseja localizar;

3.    Em seguida, marque o dispositivo como “perdido”, pois isso permitirá que o iPhone roubado seja bloqueado, que a conta Apple Play seja suspensa e, ainda, permite que haja a exibição de uma mensagem personalizada na tela do telefone;

4.    Além disso, jamais deixe de registrar um boletim de ocorrência quanto ao roubo do celular em uma delegacia de polícia.

5.    Por fim, apague o dispositivo de forma remota para, então, evitar que outro indivíduo tenha acesso aos dados do seu iPhone roubado, mas não o remova de sua conta após apagá-lo. Isso bloqueia o acesso às informações presentes no celular e ao mesmo tempo inutiliza o uso do dispositivo móvel por terceiros.

Esses são apenas alguns dos cuidados que devem ser tomados em caso de furto ou roubo de iPhone. Todos esses passos são essenciais para a segurança não apenas dos seus dados, mas também das demais pessoas com quem você eventualmente trocava informações pelo celular.

Ainda, com esse passo a passo é possível evitar a utilização maliciosa dos seus dados ao mesmo tempo em que a ação criminosa se torna inútil, pois o celular roubado não pode mais ser utilizado devidamente e se torna, portanto, uma ferramenta obsoleta.

Para mais informações como essa continue acompanhando nosso site, assim como em caso de necessidade de conserto de iPhone e outras questões relacionadas aos dispositivos Apple.