POR QUE TER UMA LANDING PAGE SE EU JÁ TENHO UM SITE?

landing page

Seu site pode ser o máximo, mas uma landing page pode lhe ajudar a converter (muito) mais.

Você já tem um site, dispara e-mail marketing, publica nas mídias sociais e tem campanhas no AdWords. Eis que chega alguém e lhe fala sobre landing pages. Então você se pergunta: por que ter uma landing page se eu já tenho um site?

De início, pode parecer que alguém está tentando lhe vender uma versão barateada de um site. É comum ter essa impressão, mas o problema está em não perceber que não se trata disso.

Majoritariamente, empresas desenvolvem landing pages com objetivos distintos daqueles de seus sites. Podem oferecer coisas também ofertadas em seus sites, mas há um sentido mais profundo em sua concepção. Para elucidar um pouco mais essa questão, levantamos alguns tópicos:

Maiores índices de conversão

Landing pages convertem mais porque são enxutas e vão direto ao ponto. Uma landing page não fala sobre motocicletas e carros. É um ou outro. Essa disposição de um conteúdo enxuto e calls to action bem posicionados fazem com que a pessoa acesse a landing page já sabendo o que vai encontrar, tem esse interesse fomentado sem distrações e é guiada a realizar uma determinada ação. Preencher um formulário, por exemplo. É nesse instante que você tem uma conversão.

Relevância de SEO e SEM

Se você já está familiarizado com os termos search engine optimization e search engine marketing, sabe que relevância tem tudo a ver com eles. Conquistar cliques em mecanismos de pesquisa, seja através de anúncios ou resultados orgânicos, depende não somente do seu site estar em destaque entre os resultados de uma pesquisa, mas também de seu site oferecer exatamente aquilo que a pessoa procura.

Imagine que alguém procura por “móveis planejados” no Google e seu site aparece. É certo que a pessoa vai se sentir muito mais satisfeita se entrar num site que fala exclusivamente de móveis planejados ao invés de um que também convida a pessoa a conhecer móveis planejados, objetos de decoração, papéis de parede…

Isso também vale para o Google Bot, que varre a web em busca de palavras-chave inseridas no conteúdo de sites e suas páginas. Para o famoso “robozinho”, uma página relevante é aquela que trata de um assunto por vez.

Listas de e-mail segmentadas

Landing pages também são uma forma eficiente de iniciar a criação de uma listas de e-mails (mailing list) segmentada. Esse é um dos grandes fatores determinantes de sucesso em campanhas de e-mail marketing. Isso ocorre pois a landing page recebe uma pessoa que já demonstrou interesse em determinado assunto, produto ou serviço e guia esse visitante a preencher um formulário em troca de algo.

Isso que você recebe em troca é nada menos que o endereço de e-mail dessa pessoa, junto a outras informações que você solicitou nesse formulário, além da certeza de que essa pessoa deliberadamente demonstrou interesse por aquilo que você ofereceu na sua landing page. Logo, são exponencialmente maiores as chances de ela demonstrar interesse por peças de e-mail marketing que você venha a enviar contemplando o mesmo assunto.

Você já teve alguma experiências com landing pages? Visitou alguma que achou interessante ou já teve sua própria? Converse conosco nos comentários abaixo.